Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

Os Brasileiros no Exterior

Imagem
A imagem da mulher brasileira todo mundo (literalmente) já sabe mais ou menos como está desenhada. Ainda vou escrever um post exclusivo sobre o assunto mas agora vou continuar o raciocínio em cima da fama e repercussão dos brasileiros, dos homens brasileiros. Como será a vida dos nossos conhecidos, amigos, namorados, maridos quando saem em uma viagem internacional? Essa foi a pergunta que fiz à alguns amigos, e pedi muita sinceridade.
Pelo que captei eles se beneficiam da imagem geral do nosso país de gente simpática, alegre, agradável e quente. De acordo com um amigo a mulherada têm a imagem do homem canalha, mulherengo, pegador, galinha, sex machine (hahahaha) e algumas têm até medo dos caras. O impacto inicial é mais normal, geram simpatia e ganham atenção. Mas nada comparado ao efeito “mulher-brasileira”.
Eu perguntei mais, quis saber além dessa etapa inicial da abordagem. Geralmente as mulheres gringas quando não são “frias e sem sal”, são bem “pra frentex” (e nós brasileiras q…

Vistos

Imagem
Antes de sair marcando viagens de última hora pesquise um pouco sobre as questões burocráticas de entrada no país que você pretende visitar. O Brasil já tem uma relação de parceria (papel do Ministério das Relações Exteriores) com diversos países que liberam a nossa entrada sem tanta dificuldade que é o caso da Rússia, dos países do Mercosul, da Nova Zelândia e outros mais que não me vêem à cabeça. Porém, como nem tudo são flores, alguns lugares mantém a política da “protecionista vizinhança” e não abrem mão de uma análise detalhada da vida do sujeito que cogita entrar em sua jurisdição. É o caso, por exemplo, da Inglaterra (feito no próprio aeroporto), Canadá, Austrália e Estados Unidos.

Como eu já citei, alguns vistos são feitos no aeroporto da cidade depois do desembarque como no Reino Unido e Moçambique. Isso não significa que seja uma conquista mais fácil. Todos passam pela imigração e o agente faz uma pequena entrevista com todos, se ele julgar procedente sua história, você entr…

Face control: Baladas

Imagem
Existem coisas por esse mundo que às vezes a gente não faz ideia nenhuma. E nas noites de baladas, principalmente na Europa, rola o tal do face control. O que é isso? É uma seleção bem preconceituosa das pessoas que pretendem entrar em alguma boate. Isso mesmo, tem mais essa. Além de você se deslocar do seu continente, ainda precisa torcer muito para que te deixem entrar em algum lugar, que é claro, você vai pagar normalmente.
Eu não tinha ideia de que isso acontecia por ai e que é a coisa mais rotineira para o pessoal nas portas de baladas. A primeira vez que passei por essa experiência foi em Buenos Aires. Pesquisei todas as baladas da cidade e em todos os sites dizia sobre a obrigatoriedade de específicos tipos de roupas (homens nem pensem em usar tênis) e boa aparência. Avisei minhas amigas e disse para capricharem no modelito pois a beleza ia ser fundamental. Estávamos tranquilas pois afinal de contas somos brasileiras, nossa fama tinha que ser útil para alguma coisa. Batata! …

Turismo Teórico

Imagem
Estou com o panfletinho da CVC nas mãos. Não tô fazendo nada, então estou aqui me distraindo um pouco inocentemente. Estou passando os olhos nos pacotes da Europa e, como sempre, eles não me agradam em nada (ui que radical). Nem no preço nem nos detalhes maiores. Eu concordo que os pacotes são ótimos pois já te dão tudo mastigadinho e a relação de cidades também é bacana. Mas é só isso isso e ponto final.
As agências são as maiores vendedoras do chamado “Turismo Teórico”. Vou explicar, é aquela viagem na qual você conhece o mundo basicamente em 2 dias (ou menos). Nesses pacotões “Europa em 1 mês” você anda tanto, mas tanto, que confunde todas as bolas, não sabe distinguir em que cidade e país acordou hoje. Muitas das vezes apenas passa de ônibus pelos pontos turisticos (tipo na Torre Eiifel, aconteceu com minha mãe que teve que voltar por conta própria depois) além de ir a lugares onde só tem turistas e ter a oportunidade de conviver apenas com esse tipo de gente. Eu abomino essas …

Andando de metrô

Imagem
Toda vez que chego de uma viagem minha mãe pergunta “E aí, como vocês andaram por lá?” e eu sempre digo “Uai, de metrô né mãe...”. Ela sempre fica pasma, acha inacreditável a gente se entender com aqueles metrôs imensos, com zilhões de plataformas, linhas, escadas, conexões e, ainda, em outra língua, tipo francês ou alemão.
Realmente, pode aparecer impossível se localizar e usar bem esse serviço. Mas não tenha dúvidas, você precisa apoiar todo seu planejamento de deslocamentos no metrô. Além de serem baratos, são rápidos, seguros, e chegam a várias regiões da cidade. Para você ter uma ideia, nós (e geral) íamos para as baladas anoite de metrô e era o máximo. Confira a segurança desse plano, ok?
Antes da viagem pesquise coisas básicas dos sistemas metroviários, tem algumas regrinhas básicas que variam de país para país. Tipo como funciona a compra, se aceitam apenas moedas, se vale mais a pena comprar vários tickets ao invés da compra de avulsos, os horários de funcionamento, etc. Na A…

Check-in online, bagagem de mão e transporte de líquidos

Imagem
Eu confesso que nunca tinha feito o tal do check-in online (tive hoje minha primeira vez). Pelo simples, e não tão fácil, fato de eu nunca ter conseguido viajar para qualquer lugar que fosse com apenas uma mala de mão, e muito menos ainda, com alguma mala que pesasse até 5kg. Acho que minha bolsa do dia-a-dia já pesa tudo isso. Mas acho que é muito prático, mesmo nos casos de despacho de bagagens. Agiliza bastante seu tempo-aeroporto.
Uma pena, uma pena mesmo porque acho ótimo essas pessoas que fazem viagens rápidas, tipo um final de semana, e conseguem enxugar tanto as bagagens. São só vantagens, viajando só com uma malinha de mão você pode aderir ao check-in online e chegar com menos horas de antecendência no aeroporto, pode ir direto para o portão de embarque e pular aquela fila gigante dos balcões das companhias, você evita ficar horas e horas esperando suas coisas na esteira no aeroporto de destino e, a maior vantagem na minha opinião, você anula o risco de ter sua mala extraviada…

Viajando de Trem

Imagem
A opção de viajar de trem pela Europa é sempre muito bem cotada sempre que você planeja alguma ida até o velho continente. Também não foi nenhuma novidade para mim, a não ser a parte que eu nunca tinha entrado num trem para esse fim. Até que começei todo planejamento do primeiro “mochilão” ainda esse ano. Depois de uma pesquisa bem superficial, já ficou bem claro que não compensaria rodar algumas cidades e países de avião (nem nas companhias low cost) porque além da limitação de bagagem (muitas mal aceitam algum volume de mão), os aviões envolvem aeroportos, e esses são um atraso de vida: presença 50 horas antes do vôo, check-in, embarque, desembarque, espera de malas, tempo ruim, etc.
Eu digo que viajar de trem é a melhor decisão a ser tomada. Alguns pontos positivos (e decisivos):
Preço: Os preços em si já são muito bons, e as viagens noturnas são bem mais baratas. Conforto: Eu acho que são mais confortáveis do que os aviões. As poltronas são mais amplas, tem uma inclinação bo…

DPV 2

Imagem
Eu estava fazendo um limpa na minha caixa de emails e acabei achando cada coisa. Coisas que eu faço e na época não me dou conta do non-sense. Coisas engraçadas, pelo o menos. Olha esse email que mandei ao grupo de discussão (via email) que tenho com algumas amigas (contexto: eu nem tinha conseguido desfazer totalmente minhas malas das minhas férias):
“Gente, estou escrevendo esse email para desabafar um pouco. Eu sei que acabei de voltar de férias e que fiquei viajando por 1 mês, eu sei. Mas eu nunca tive essa experiência de ficar fora da realidade por tanto tempo (já fiquei nos EUA mas não conta). Eu voltei diferente, tão diferente que até eu estou percebendo. As horas não passam nesse lugar (trabalho) e eu não consigo me concentrar em nada, na-da. Estou me sentindo mal...antes eu tinha a pressão de organizar uma viagem independente de agências toda nas costas....agora eu não tenho sentido na vida. As únicas coisas que vão acontecer é a viagem para o U2 e para a Pousada do Rio Quente …

Amassos à bordo

Imagem
Eu estava conversando com uma amiga outro dia sobre coisas inusitadas que acontecem nas viagens de avião. Ela estava louca para contar o que tinha acontecido numa ponte-aérea entre Brasília e São Paulo. Era uma viagem a trabalho, mas por alguns algumas horinhas ela se sentiu numa viagem de férias. Ela foi uma das últimas a entrar no avião e teve a sorte de ir do lado do “futuro marido” dela. Desde a subida até a descida não trocaram nenhuma palavrinha sequer, mas mesmo assim a vida dela mudou completamente (dizendo ela). 
Eu também já me apaixonei várias vezes dentro de um avião, por passageiros e comissários. Acho que o clima do local mexe comigo (hehehe). Engraçado, mas nesse ambiente há uma concentração imensa de potencias maridos por banco-quadrado. É só olhar por alguns segundos aquela pessoa que já inicio no automático uma análise semiótica básica das características visuais, a partir daí tento ir imaginando tudo sobre aquele indivíduo. Se ele cruzar o olhar com o meu, eu não se…

Comida de avião

Imagem
Eu tenho uma raiva tão grande quando vejo as pessoas revoltadas com as comidas servidas nos vôos. Acho que essa indignação vem pelas épocas passadas em que avião era coisa de rico, que as pessoas se arrumavam  enlouquecidamente para embarcar. Mas feliz, ou infelizmente, o caso é  passado, bem passado, e hoje o acesso às aeronaves está cada vem mais popular. Em muitos casos sai mais barato do que encarar uma cansativa poltrona numa rodovia.
Quando a viagem é feita num ônibus (geralmente não é servido nada) ninguém sai com tanta indignação quanto eu noto nos trajetos aéreos. Eu entendo que em certos casos, tipo vôos em horários de almoço ou  que demandam muitas horas, é natural esperar por uma refeição “completa”. Algumas das viagens que fiz em casos como esses eu não tenho muito o que me queixar da alimentação. Num vôo pela Gol na volta de Buenos Aires, serviram empanadas argentinas que estavam divinas.
Na verdade acho que o povo corneteia mais as refeições/lanches dessas viagens mai…

Montanhas-russas!

Imagem
Me deu uma vontade louca de falar hoje sobre montanha-russa. O nome já diz tudo: elas surgiram na Rússia originárias dos passeios de trenós (isso mesmo), já o primeiro looping foi construído num parque na França. Muita gente leva a brincadeira a sério e existem uma série de grupos e associações de pessoas que encaram os parques de diversão com mais seriedade que o normal. Tem o American Coaster Enthusiasts (aquele ator David Arquette faz parte) que é o maior clube de amantes de montanhas-russas do mundo, e aqui no Brasil tem o Clube Brasileiro de Montanhas-Russas. Basicamente eles têm a desculpa de sair por aí pegando carona em todas as montanhas-russas em nome do clube. Chato, não?
Eu também adoro uma aventura desse tipo, como nunca pulei de bungee-jumping ou saltei de pára-quedas (ainda), andar de montanha-russa é o mais longe que cheguei na radicalidade. Se você fizer uma pesquisa vai encontrar fácil vários rankings das melhores atrações no mundo. Eu posso, e vou falar apenas das …